Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 25 de junho de 2010

PARA ARQUIVAR E USAR

Ser, um pouquinho, organizado poupa tempo e evita muitos aborrecimentos,saber onde procurar quando estamos apressados faz toda a diferença.Posto estas informações por achar que sempre há alguma coisa que ainda não sabemos....e que interessa saber.






01. Quando for comprar qualquer coisa não deixe de consultar o site Gastarpouco. www.gastarpouco.com




02. Serviço dos cartórios de todo o Brasil, que permite solicitar documentos via internet: www.cartorio24horas.com.br/index.php




03. Site de procura e reserva de hotéis em todo o Brasil,por cidade, por faixa de preços, reservas etc.: www.hotelinsite.com.br





04. Site que permite encontrar o transporte terrestre entre duas cidades, a transportadora, preços e horários: https://appweb.antt.gov.br/transp/secao_duas_localidades.asp'





05. Encontre a Legislação Federal e Estadual por assunto ou por número, além de súmulas dos STF, STJ e TST: www.soleis.advbr




06. Tenha a telinha do aeroporto de sua cidade em sua casa,chegadas e partidas: www.infraero.gov..br/pls/sivnet/voo_top3v.inip_cd_aeroporto_ini=





07. Encontre a melhor operadora para utilizar em suas chamadas telefônicas: http://sistemas.anatel.gov.br/sipt/Atualizacao/Importanteaspp'





08. Encontre a melhor rota entre dois locais em uma mesma cidade ou entre duas cidades, sua distância, além de localizar a rua de sua cidade: www.mapafacil.com.br





09. Encontre o mapa da rua das cidades, além de localizar cidades: http://mapas.terra.com.br/Callejero/home.asp




10. Confira as condições das estradas do Brasil, além da distância entre as cidades: www.dnit.gov.br



11. Caso tenha seu veiculo furtado, antes mesmo de registrar ocorrência na polícia, informe neste site o furto.O comunicado às viaturas da DPRF é imediato: www..dprf.gov.br/ver.cfmlink==form_alerta


12. Tenha o catálogo telefônico do Brasil inteiro em sua casa. Procure o telefone daquele amigo que estudou contigo no colégio: www.102web.com.br



13. Confira os melhores cruzeiros,datas, duração,preços, roteiros, etc.: www.bestpricecruises.com/default.asp



14.. Vacina anti-câncer (pele e rins). OBS: ESTA VACINA DEVE SER SOLICITADA PELO MÉDICO ONCOLOGISTA: www.vacinacontraocancer.com.br/hybricell/home.html



15. Indexador de imagens do Google - captura tudo que é foto e filme de dentro de seu computador e os agrupa, como você desejar: www.picasa.com




16. Semelhante ao Internet Explorer , porem muito mais rápido e eficiente, e lhe permite adicionar os botões que desejar, ou seja, manipulado como você o desejar: www.mozilla.org.br/firefox



17. Site de procura, semelhante ao GOOGLE: www.gurunet.com



18. Site que lhe dá as horas em qualquer lugar do mundo: www.timeticker.com/main.htm



19. Site que lhe permite fazer pesquisas dentro de livros: www.a9.com




20. Site que lhe diz tudo do Brasil desde o descobrimento por Cabral: www.historiadobrasil.com.br




21. Site que o ajuda a conjugar verbos em 102 Idiomas: www.verbix.com



22. Site de conversão de Unidades: www.webcalc.com.br/conversões/area.html




23. Site para envio de e-mails pesados, acima de 50Mb: www.dropload.com




24. Site para envio de e-mails pesados, sem limite de capacidade: www.sendthisfile.com





25. Site que calcula qualquer correção desde 1940 até hoje, informando todos os índices disponíveis no mercado financeiro.. Grátis para Pessoa Física: www.debit.com.br





26. Site que lhe permite falar e ver pela internet com outros computadores,ou LHE PERMITE FALAR DE SEU COMPUTADOR COM TELEFONES FIXOS E CELULARES EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO GRÁTIS - De computador para computador, voz + imagem. De computador para telefone fixo ou celular: www.skype.com




27. Site que lhe permite ler jornais e revistas de todo o mundo. www.indkx.com/index.htm




28 .. Site de câmaras virtuais, funcionando 24 hs por dia ao redor do mundo: www.earthcam.com


29. Não deixe crianças dentro de carros(sozinhas) em hipótese alguma.



30.Em lugares públicos......se alguém solicitar que você vá até seu carro por algum motivo.....NUNCA vá desacompanhado......chame várias pessoas e veja,de longe,se a necessidade é verdadeira.
PODE SER ASSALTO.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Utilidade

IMPORTANTE :

1. Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperar um tempão na fila.
O cartório eletrônico, já está no ar!

www.cartorio24horas.com.br

Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, on-line. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet.
Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário. Depois, o documento chega por Sedex.Passe para todo mundo, que este é um serviço da maior importância.

2. DIVULGUE. É IMPORTANTE: AUXÍLIO À LISTA

Telefone 102... não!

Agora é: 08002800102

Vejam só como não somos avisados das coisas que realmente sãoimportantes...

NA CONSULTA AO 102, PAGAMOS R$ 1,20 PELO SERVIÇO.

SÓ QUE A TELEFÔNICA NÃO AVISA QUE EXISTE UM SERVIÇOVERDADEIRAMENTE

GRATUITO.Não custa divulgar para mais gente ficar sabendo.



3. Importante: Documentos roubados -

BO (boletim de occorrência) dá gratuidade - Lei 3.051/98 - VOCÊ SABIA???Acho que grande parte da população não sabe, é que a Lei 3.051/98 que nos dá o direito de em caso de roubo ou furto (mediante a apresentação do Boletim de Ocorrência), gratuidade na emissão da 2ª via de tais documentos como:


Habilitação (R$ 42,97);
Identidade (R$ 32,65);
Licenciamento Anual de Veículo (R$ 34,11)
.Para conseguir a gratuidade, basta levar uma cópia (não precisa ser autenticada) do Boletim de Ocorrência e o original ao Detran p/ Habilitaçãoe Licenciamento e outra cópia à um posto do IFP..


Gostaria, se possível, que cada um não guardasse a informação só para si.


Recebi esse email e achei útil posta-lo aqui.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Povos de Nuestra America solidarios com companheira de El salvador: ACTO MAS DE SOLIDARIDAD EN ESTA JORNADA CONTRA LA IMPUNIDAD Y LA INJUSTICIA!!!.

No Equador fazemos nossa causa tambêm em na luta pelo Direitos Humanos. Sempre estaremos apoiando os compas e tuda pessoa que sejan violentados os DD.HH...
¡LA CAUSA DE ESTA LUCHA ES TAMBIÉN LA CAUSA DE NUESTRA AMÉRICA!
Um forte abraço!!!
Atte.-
Fernando Yépez Rivas
CEDHAE, Comité Equatoriano de Direitos Humanos, Ambientais è Ecològicos

www.uniondelospueblos.org

--- El mar, 22/6/10, Fernanda Tardin escribió:
Contra a Impunidade , a favor da investigação científica, profunda y transparentemente el caso abaixo descrito.  
 
Certa que Juntos Somos Fortes,
 
DITADURA NUNCA MAIS
Subscrevo a integra do pedido:
 
Fernanda Maria TARDIN Waichert Pinheiro
Brasileira
CI 786709 SSPES
Humanista
 
PIDIENDOLES UN ACTO MAS DE SOLIDARIDAD EN ESTA JORNADA CONTRA LA IMPUNIDAD Y LA INJUSTICIA!!!. (Mis disculpas a los que ya les envié esta información y pedido solidario, si no se adherido y está contra la injusticia de la justicia, será que nos dará su apoyo. Gracias infinitas, fraternalmente Mariposa de El Salvador). Nuestro agradecimiento muy de corazón para los que ya están acompaniandonos en esta jornada de lucha.


Hola compañeras y compañeros, les escribe Marina Manzanares Monjarás (Mariposa), salvadoreña, miembro fundador del colectivo Radio Venceremos durante la guerra que se libró en mi país El Salvador desde 1981 a 1992.  También trabajé por tres años en Radio Farabundo Martí y finalizado el conflicto continué haciendo radio alternativa,a través de pequeños espacios en Radio Suchitlán/Cuscatlán. Se que las prioridades por ahora son la grave situación de violaciones de derechos humanos que sufre la población hondureña derivado de toda una historia de lucha por la justicia social que salió mayormente a la luz, después del golpe de estado y por supuesto derivado de toda una política de sometimiento, prepotencia y de imposición que mantiene el gobierno de Lobo. (Esto no es un análisis, lejos estaría de serlo), nosotros nos hemos mantenido solidarios con la justa causa de las y los hermanos en resistencia permanente y continuaremos solidarios porque la causa del pueblo morazanista es la causa de todos los oprimidos del continente

En mi país El Salvador, ganamos las elecciones presidenciales, todavía las estructura que controlan el aparato de "Justicia" se mantienen en manos de la ultra derecha despiadada.  Lastimosamente entidades como la Fiscalía General, son paralelas al gobierno eso quiere decir que no es el ejecutivo el que decide quienes o quien será el Fiscal General, esa persona es elegida por la Asamblea Legislativa y ésta, por ahora, está conformada mayoritariamente por los partidos de ultra derecha, eso permitió que tengamos como Fiscal General de la República a un personaje que durante el gobierno de ARENA fue fiscal adjunto del anterior y por ende, es una persona que continúa aplicando la misma política de impunidad abrigo del crimen organizado que tanto flajela al pueblo salvadoreño.


 Porqué les escribo?, les escribo en esta ocasión a pesar de que sé que hay prioridades políticas, para solicitar de ustedes UN ACTO SOLIDARIO.  Hace cuatro años fueron asesinados bajo torturas mis queridos padre y madre de 79 y 77 años respectivamente, este ha sido un crimen político que conmovió a la nación salvadoreña dada la historia de lucha revolucionaria de la familia y específicamente de mis padres.  En el año 1996, fue asesinado también por motivaciones políticas mi hermano menor, conocido revolucionario miembro fundador del grupo musical del FMLN, Cutumay Camones, estos crímenes NO han querido ser investigados en lo absoluto. (La historia es larga).  La cosa es que desde hace un par de semanas, nos mantenemos en una campaña nacional e internacional, de recolección de firmas en exigencia al Fiscal General para que ordene investigar científica, profunda y transparentemente el caso de mis padres.  El caso de mi hermano ya prescribió impunemente.

Cabe decirles que la causa de esta lucha, es también la causa de nuestra América
porque en la medida que vayamos derrotando con nuestro empuje, con nuestra lucha a los enemigos del derecho a la vida con justicia social, en esa medida vamos avanzando y haciendo realidad los sueños de nuestros hermanos que ofrendaron sus vida abrazando la causa de los oprimidos, la causa de los explotados, los marginados, los mancillados.  Algunos pensarán: "Porqué apoyar eso si fue un crimen que pasó hace cuatro años y tenemos crímenes actuales", pero pasa que precisamente el crimen de mis padres pareciera que fue hace cuatro años pero fue antier, ayer, ahora y mañana, solo han cambiado los nombres, las victimas mas no los hechos y no olvidemos que nuestros enemigos de clase también juegan con el factor tiempo, creen que pasados los meses, el grito de justicia se irá apagando y lastimosamente en cierto aspecto tienen razón, razón relativa por supuesto. Nosotros no podemos dar tregua a nuestros enemigos y por el contrario poner en la práctica la unidad en la lucha, es lo que fortalecerá y nos acercará a conquistar un día la justicia.
 
Me permito enviarles la información de nuestra campaña por el respeto al derecho de la vida y contra la injusticia de la justicia abrigo de la impunidad con el objetivo de que se adhieran a la misma firmando.  Esta es una información que a la mayoría de ustedes, se las he enviado en reiteradas veces.  Gracias. Esperando su solidaridad, me despido Fraternalmente.  En nombre de mis hermanas y hermano, Marina Manzanares (Mariposa.)
--------------------------------------------


(Por favor compañero, compañera, apoyá esta justa jornada contra la impunidad y por el derecho al respeto de la vida.   Enviá este mensaje a tus contactos).
Estás contra la impunidad y la injusticia?, será que quisieras acompañarnos adhiriéndote a esta campaña?. Todavía no te has adherido verdad? Aquí te va la direccion donde lo puedes hacer:

Escribe solamente tu nombre y apellido, país, ciudadania y ciudad y con esos datos, envía el mensaje a este correo:
castigoculpablesya@gmail.com
--------------------------
Esta campaña de firmas es en apoyo y condena por el asesinato cometido bajos torturas contra los esposos Francisco Manzanares y Juana Monjarás de Manzanares el 2 de julio del 2006 en Suchitoto-El Salvador. Pidamos y exijamos, en nombre de Dios y por el respeto a la vida, a la dignidad humana y a la justicia, que el Fiscal General de la república de El Salvador, Lic. Romeo Benjamín Barahona Meléndez, de inmediato ordene las correspondientes investigaciones técnicas, imparciales y científicas de ese crimen y luego de conocer la verdad, se proceda a castigar, conforme a las leyes de la República, a los culpables intelectuales y materiales de este abominable crimen.

 NO podemos permitir que el señor Fiscal actual, Romeo Benjamín  Barahona Meléndez,  continúe la práctica del fiscal anterior que claramente ejerció su trabajo de manera ideologizada en representación del partido Arena que gobernó durante 20 años, tiempo en el cual se enraizó el crimen organizado, el sicariatos, se continuo la práctica de escuadrones de la muerte etc., etc.,. bajo el total amparo de una falta de aplicación de la justicia cómplice de la impunidad, un cáncer que mantiene en luto permanente a nuestra nación salvadoreña.
Saludos fraternos
Marina Manzanares (Mariposa) y familia.


 NOTA: Aprovecho para enviarles el siguiente artículo:
"Los pueblo no son violentos, los pueblos amamos la paz pero no la paz de los cementerios, sino la paz con justicia social, en dignidad y en respeto a los derechos humanos, cuando esos derechos se nos violentan, respondemos organizadamente sin violencia pero muy combativos" Mariposa.

domingo, 20 de junho de 2010

Perversos e drogados

20/6/2010


Sigmund Freud, o pai da Psicanálise, escandalizou a sociedade vitoriana ao apresentar evidências de que as crianças, mesmo as de tenra idade, possuem desejo sexual. Como essa sexualidade ou libido é difusa, não genital, Freud chamou os bebês de "perversos polimorfos". Pois, para piorar ainda mais a fama dos nossos pimpolhos, a neuroendocrinologia moderna descobriu que os lactentes são adictos de (um eufemismo para "viciados em") uma morfina endógena, isto é, um "opióide" produzido por seu próprio corpo.

Trocando em miúdos: no leite materno existe uma substância chamada beta-caseína, que, ao entrar em contato com o intestino do bebê, transforma-se num peptídeo vasoativo denominado "beta-casomorfina", uma endorfina ou endomorfina indutora de efeitos anestésicos: analgesia e sedação.

Tão novinhos e já perversos e drogados… Oh, Deus, para desentortar essa criançada, haja padres! (Que foi? Eu disse alguma besteira?)

A função adaptativa desse circuito opióide no cérebro dos mamíferos é óbvia: fazer com que, mormente à noite, as crias se aquietem, pois seus ruídos - de dor ou alegria - são chamarizes de predadores.

Mais preocupante (ou interessante, dependendo do ponto de vista), todavia, é o que acontece depois do desmame: a função analgésica - e, em excesso, sedativa - da beta-casomorfina passa a ser desempenhada pela anandamida e pelo glicerol araquidonil, que são (pasmem!) "canabinóides" endógenos, isto é, substâncias análogas ao tetraidrocanabinol: o princípio ativo da maconha e do haxixe.

Como se vê, de acordo com a endocrinologia os circuitos opióide e canabinóide do cérebro (assim como o dopaminérgico, sobre o qual atuam a nicotina, a cafeína, o álcool e a cocaína) não são estruturas desviantes criadas por comportamentos malsãos, porém sistemas naturais e "necessários" para a sobrevivência. No caso específico do homem, também constituem bases neuronais do comportamento lúdico, recreativo, e, em circunstâncias extremas, da dependência química e do vício. O homem não quer apenas comer, mas comer "bem"; move-o mais o apetite do que a fome. Tanto que, amiúde, deixamos de tomar o café da manhã - i.e., provocamos deliberadamente a sensação de carência alimentar - com o fim de, no almoço, dar prejuízo aos proprietários de restaurantes rodízios. No que toca aos mais requintados, a culinária é uma arte (no caso da francesa, arte abstrata) em que o sabor do alimento é supervalorizado a expensas das suas qualidades nutricionais - o que explica a beleza "diáfana" (um eufemismo para "fantasmagórica") de certas princesas e a necessidade aristocrática de empoar-se e usar bengala.

Da mesma forma, visando ao mero prazer, o homem tira do contexto funcional os sistemas neurais opióide, canabinóide e dopaminérgico. Para tanto, fabrica equivalentes exógenos das endorfinas e quejandos, muito mais potentes.

Realmente, com a desculpa de entrar em comunicação com os deuses (na maioria dos casos, conversa fiada com Baco e seu séquito de mênades e sátiros), desde épocas imemoriais os homens produzem e consomem garapas fermentadas & Cia. Isso não seria problema se não fosse por uma coisa. Não se trata do vício "per se", mas do risco de que psicotrópicos indutores de paranóia virem a se tornar habituais em profissões importantes - Entre os jornalistas formadores de opinião, a nicotina e a cafeína; entre os grandes executivos capitalistas, a cocaína (que o diga o protagonista do filme "Meu nome não é Johnny").

A propósito, devido à sensibilidade histérica do mercado financeiro, corre o boato de que a crise de 2008 foi desencadeada pelo espirro de um yuppie da bolsa de valores de Londres, que pôs a perder várias carreiras da branquinha. É preciso… ic!… que a Scotland Yard investigue isso.


MANUEL SOARES BULCÃO NETO
ensaísta




Leia mais:

http://www.ejornais.com.br/jornal_diario_do_nordeste.html

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Droga não é demônio.

Então por que é tratada pela sociedade como se fosse?


Eliane Brum



É possível que nunca tenha se falado tanto em drogas como hoje, pelo menos como caso de polícia ou de saúde pública. Nos anos 60, quando as drogas faziam parte do movimento de contracultura, o olhar sobre elas e a função que desempenhavam era outro. E os “malucos beleza” eram vistos de forma muito diversa dos consumidores de crack de agora. A própria diferença de linguagem é reveladora, já que antes se “experimentava” drogas, com a ideia de ampliação de consciência – e hoje se “consome”, como tudo. Um verbo expressa uma vivência – outro o uso. O que mudou, para que o crack tenha se tornado tema de campanha eleitoral, assunto para candidatos à presidência do país?

Ao acompanhar o debate travado em várias instâncias, me parece empobrecedor que um tema tão amplo e cheio de nuances seja reduzido a apenas dois discursos, duas maneiras de olhar: ou é caso de polícia/segurança ou é caso de saúde pública – ou de ambos. Será que estas duas abordagens – repressão e cura – dão conta da complexidade da questão? Desconfio que não.

Por outro lado, me parece bastante curioso que o debate sobre as drogas ilegais atinja esse nível de decibéis justamente numa época em que há um consumo massivo de drogas lícitas, na forma de antidepressivos, ansiolíticos e hipnóticos, receitadas por médicos das mais variadas especialidades. Drogas para ser feliz, para ficar calmo, para dormir. Sem contar as drogas para perder o apetite e aumentar o desejo sexual.

Por que algumas se tornam um problema e outras são vendidas como solução? Quem determina o que o indivíduo pode consumir? E com quais argumentos? E por que aquela que possivelmente seja a droga que causa mais estrago na nossa sociedade – o álcool – é abordada com muito menos estridência?

Ao acompanhar o debate, me chama a atenção o fato de a droga ser encarada como uma espécie de alienígena, desenraizada da sociedade em que é usada e produz sentidos. É como se ela fosse um demônio ou um vírus que entra no corpo à revelia de todo o contexto – desligada de tudo e de todos. E que bastaria ou exorcizá-la, do ponto de vista religioso, ou extirpá-la, no campo da medicina, para que o problema acabasse. Ou ainda reprimir, na visão policial.

Parece que não é tão simples assim – ou o problema já seria menor. Se os mais diversos tipos de drogas sempre foram usados por todas as sociedades, em diferentes momentos históricos, por que a nossa não consegue lidar com elas? Será que não valeria a pena, além de reprimir e tentar “curar”, pensar um pouco mais nos porquês?



É exatamente por ser uma questão que produz muito sofrimento é que acho importante refletirmos sobre ela com mais amplidão – e alargar nosso campo de visão. Em busca de respostas – não definitivas, mas possibilidades de respostas –, procurei o psicanalista Eduardo Mendes Ribeiro. Ele é membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre (Appoa), mestre em Filosofia pela PUC/RS, doutor em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e consultor do Ministério da Saúde na Política de Humanização do SUS. Estuda o tema das drogas desde os anos 90 e tem vários artigos publicados sobre o assunto.

Nesta conversa, ele nos ajuda a pensar sobre uma questão tão crucial – para além dos estereótipos.

Leia mais:

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI147338-15230,00-DROGA+NAO+E+DEMONIO.html


ELIANE BRUM
ebrum@edglobo.com.br
Jornalista, escritora e documentarista. Ganhou mais de 40 prêmios nacionais e internacionais de reportagem. É autora de Coluna Prestes – O Avesso da Lenda (Artes e Ofícios), A Vida Que Ninguém Vê (Arquipélago Editorial, Prêmio Jabuti 2007) e O Olho da Rua (Globo).